Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O que me tem ocupado nestes dias

por Catarina, em 06.02.13
 



Não é novidade para ninguém que devoro livros atrás de livros, mas que sou principalmente inclinada para temas que se afastem especialmente da realidade. Os livros são o meu alter-mundo. Transportam-me para eras paralelas, permitem-me a entrada nas vidas das personagens e estimulam a minha imaginação de uma forma inigualável. Costumo dizer que não me interesso por livros baseados em histórias reais, demasiado intelectuais ou espirituais, demasiado formais, porque o mundo já o é, e o que eu preciso mesmo é de algo que me transporte, algumas vezes, para fora da minha realidade. Gosto de livros fantásticos, surreais, desfasados da actualidade.
Já não me lembrava de ficar tão apegada a um livro, ou a três, neste caso.
Primeiro vi o filme, assim meio por acaso, e não fazia ideia do que ia encontrar. E depois fiquei tão interessada na história que quis saber mais. Mesmo ocupada até à ponta dos cabelos, numa semana li o primeiro livro da triologia e era ver-me agarrada a ele na pausa do almoço e nos serões tardios antes de ir dormir. Devo confessar que foi mesmo uma luta resistir a pegar-lhe no meio do transito. Depois li o segundo livro durante o fim-de-semana e agora estou ancorada ao terceiro e último. Estou tentada a reduzir o ritmo da leitura pois não quero mesmo que acabe.
Estou fascinada com a acção, com o romance, e com a coragem e carácter da personagem principal. A língua destravada, a rebeldia e a entrega que coloca em tudo o que faz. Acima de tudo, a fidelidade a si mesma. Uma personagem genuina e arrebatadora, que ninguém pode deixar de admirar.
A história em si é viciante. É impossível acabar um capítulo e não ler pelo menos as primeiras linhas do seguinte. A constante atmosfera de conspiração e inobjectividade deixa-nos a matutar sobre o que lemos, muito depois de fechar o livro.
Definitivamente escrito para fãs da leitura fantástica, misturando ficção científica com uma improvavel história de amor, sangue, violência e miséria. E coragem, é acima de tudo uma história de coragem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:22



Catarina

foto do autor


Então e mais?

peripeciasdezurique@gmail.com



Parceiros






Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D